28 junho 2010

Ilha idílica

Quero o tempo como extensão da minhas palavras
Que nunca acabe antes do fim da frase
Quero torcer o espaço, quebrar as linhas
Quero meu querer sendo a unica realidade

Cada produto é feito por vontade
Do bruto da alma lapido as escolhas
E joias preciosas guardo em bolhas
Que estouram nas bifurcões da saudade

Enquanto tento falar mais que o tempo
Ele rebelde insiste no meu atrazo
Sigo assim sem ritmo quebrando o prazo
Em domingos que supero

E segundas que não aguento.

Jota Reis

3 comentários:

Muito bom! ;)

Gostei mto.

Genial dispatch and this mail helped me alot in my college assignement. Say thank you you on your information.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More